Anápolis | Prefeitura Municipal

Prefeitura Municipal de Anápolis ganha nota máxima do ICMS Ecológico

Resultado é inédito e deve converter cerca de R$ 3,5 milhões para os cofres públicos

Foto: divulgação

Depois de ganhar prêmio nacional e ter reconhecimento internacional por meio do Banco Mundial, os holofotes se voltam mais uma vez para Anápolis no que diz respeito às políticas públicas ambientais. E a notícia veio num período emblemático, em plena semana do Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no último sábado, dia 5. Para ganhar o topo da avaliação feita pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente Sustentável, foram atendidos todos os nove critérios estabelecidos.

Entre os critérios estão: ações de gerenciamento de resíduos sólidos (inclusive hospitalar e da construção civil), educação ambiental, execução de programas de risco de queimadas, conservação do solo e biodiversidade, proteção de mananciais, identificação de fontes de poluição sonora ou visual e existência de legislação sobre a política municipal de meio ambiente. “Nós mantivemos as políticas públicas que foram implementadas no início da gestão e demos continuidade em educação ambiental mesmo no período de pandemia, seguindo os protocolos sanitários, e também já estamos no segundo passo de um projeto em parceria com uma agência alemã de cooperação internacional”, ressalta o secretário do Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano, Mauro Douglas Ribeiro.

Um leque de iniciativas é responsável para a composição dessa conquista histórica: como a forma de operação e gestão do aterro sanitário, considerado o melhor do Centro-Oeste, política de preservação da biodiversidade, do solo e da água – como a recuperação de 242 nascentes e Áreas de Preservação Permanentes (APPs) e plantio de mais de 750 mil mudas – a criação da APA do Ribeirão Piancó e o plantio do maior pomar urbano de frutos do Cerrado do País – localizado no Parque da Cidade. “Com a expertise que estamos conseguindo ano a ano, trabalhamos um documento muito mais claro e, de forma inédita, conseguimos um resultado com louvor. A promulgação da Lei do Programa Pró-Água, realizada pelo prefeito Roberto Naves, foi fundamental para tudo isso”, diz o assessor técnico da pasta, Thiago Vitorino.

Compartilhar publicação